O voto para deputado em Maringá e região

A importância do voto regional vem de longa data. Somente nas eleições de 2010, 55.686 votos para Deputado Federal e 43.292 votos para Deputado Estadual foram para candidatos de outros municípios que não residem em Maringá e região – o que fatalmente contribuiria para a eleição de mais um deputado para cada parlamento, ao menos.

No sistema eleitoral brasileiro estabelecido pela Constituição Federal de 1988 , existem dois tipos de organização para contabilização dos votos: majoritário ou proporcional. No sistema eleitoral majoritário, o (s) mais votado (s) são sempre os eleitos. Isto ocorre nas eleições para Prefeitos, Governadores, Presidente do Brasil e para o Senado, alternando-se as eleições de uma ou duas cadeiras a cada quatro anos.

Já no sistema eleitoral proporcional, há a eleição de Vereadores, Deputados Federais e Deputados Estaduais. É nesta eleição que um Vereador irá representar um bairro, por exemplo – algo muito comum em um município como Maringá, contando com 385 mil habitantes e que normalmente o parlamentar representa um restrito grupo de eleitores.

É no sistema eleitoral proporcional que iremos eleger em 2014 os Deputados Federais e Estaduais. Neste sentido, espera-se que os eleitos tenham alguma afinidade com os moradores de uma cidade, de uma determinada região, já que é muito difícil e custoso para um candidato a deputado fazer campanha em todo o Estado do Paraná, que conta com 399 municípios e mais de 12 milhões de habitantes.

A cidade tem, historicamente, elegido Deputados Estaduais e Federais, algo freqüente quando nos debruçamos sobre a história política maringaense. A tabela a seguir demonstra, período a período, quem foram os eleitos por Maringá:

Deputados Federais e Estaduais eleitos por Maringá

Legislatura

Deputado Estadual

Deputado Federal

1959/1962 Neo Alves Martins
1963/1966 Túlio Vargas / Haroldo Leon Peres Renato Celidônio
1967/1970 Jorge Sato / Silvio Barros / Túlio Vargas Haroldo Leon Peres / João Paulino Vieira Filho
1971/1974 Jorge Sato / Wilson Brandão Ary de Lima / Silvio Barros / Túlio Vargas / Ardinal Ribas
1975/1978 Antonio Facci / Jorge Sato / Luiz Gabriel Sampaio / Walter Pietrângelo / Renato Bernardi Adriano Valente / Walber Guimarães / Túlio Vargas
1979/1982 Antonio Facci / Renato Bernardi / Walter Pietrângelo /  Luiz Gabriel Sampaio Walber Guimarães / Adriano Valente
1983/1986 Tadeu França / Ferrari Jr / Luiz Gabriel Sampaio Renato Bernardi / Walber Guimarães
1987/1990 Antonio Barbara / Ferrari Jr / José Alves dos Santos / Lindolfo Jr Tadeu França / Renato Bernardi
1991/1994 João Preis / José Alves dos Santos Said Ferreira / Antonio Barbara / Amauri Meneguetti
1995/1998 Marquinhos Alves / Emerson Nerone / Joel Coimbra Odílio Balbinotti / Valdomiro Meger / Ricardo Barros
1999/2002 Serafina Carrilho / Ricardo Maia / Divanir Braz Palma / Sidnei Telles Ricardo Barros / Odílio Balbinotti / Valdomiro Meger
2003/2006 Cida Borghetti / Luiz Nishimori Odílio Balbinotti / Ricardo Barros
2007/2010 Dr. Batista / Enio Verri / Wilson Quinteiro / Cida Borghetti Ricardo Barros /  Odílio Balbinotti
2011/2014

Evandro Junior / Dr. Batista / Wilson Quinteiro / Enio Verri

Luiz Nishimori / Cida Borghetti / Edmar Arruda / Odílio Balbinotti

Fonte: TSE

         Como exposto, há uma tradição eleitoral em eleger representantes maringaenses, algo que ao longo dos anos tem sido comprovada. Todavia, com a ampliação do eleitorado, a pulverização da propaganda eleitoral em diversas mídias e segmentos e a possibilidade de articulação política com candidatos de outras regiões, faz-se necessário relembrar que não há ninguém melhor para representar os anseios de um município do que seu próprio morador.

Considerando as três últimas eleições proporcionais estaduais (2002,2006 e 2010), verificamos que é possível eleger, no mínimo, mais um deputado por Maringá em cada bancada, como visto na tabela abaixo:

Quantidade de votos de Maringá para candidatos fora do domicílio eleitoral local

Eleição Federal Estadual
2002 59.312 (34%) 60.819 (34%)
2006 50.888 (27%) 53.147 (28%)
2010 56.586 (30%) 43.292 (23%)

Fonte: VALENCIANO, Tiago (2013).

       Estes dados nos demonstram que é possível eleger ao menos um e até dois Deputados Estaduais e ao menos alavancar uma candidatura a Deputado Federal. Nosso argumento é de que estes votos para candidatos que residem fora de nossa cidade, de nossa região, ajudaram a elegê-los – e muitas vezes atrapalharam os candidatos daqui.

       Portanto, valorizar dos candidatos de Maringá, que há muitos anos residem aqui e conhecem as demandas do Município e da região, é algo inerente ao processo eleitoral de 2014. São os nossos candidatos que irão nos representar, problematizando questões que são de interesse regional, visando o desenvolvimento da Região Metropolitana de Maringá e também dos municípios ao redor. Somente assim podemos debater e ampliar a discussão dos problemas que atingem diretamente nosso município, nossa região, possibilitando que políticas públicas sejam elaboradas em conjunto, atendendo a demanda de toda a população.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s